Cuidado, cuidado, cuidado!

É uma palavrinha interessante.
É advertência, interjeição.
É substantivo masculino.
É particípio. Mais ainda. Cuidar é tomar conta, é responsabilizar-se; é imaginar, julgar, supor; é interesse, precaução… consideração.
“Quando a gente ama é claro que gente cuida”, e o descuido é um “não dar-se conta”. “Cuidar” degenera-se no “espiar”, um zelo mal intencionado; um ciúme que não faz bem.
O Ministério do Amor adverte: todo cuidado é pouco e pouco cuidado é nada.
Sorria, você está sendo cuidado. Assim como todo mundo. Assim, assado…
Nunca o planeta foi tão bem cuidado (após tantos maus tratos).
Você, inadvertido leitor, foi muito bem cuidado. E agora?
Você cuida de quê?
Quem cuida de você?
O cuidado cuida que todos nós estejamos bem. Todos cheios de cuidados.
A vida é o que acontece enquanto tomamos cuidados, ou quase isso.
Cuidado: a vida acontece!
Às vezes quando se descuida.
Assim, cantemos a canção: “Cuide-se bem. Perigos há por toda parte.
E é bem delicado viver de uma forma ou de outra.
É uma arte. Como tudo…”

* Delta9 é extraterrestre, publicitário e atua no Judiciário.

http://www.undiverso.blogspot.com/

1 comentário Adicione o seu

  1. Jose Maria disse:

    Os cuidadores que se cuidem…
    A Acuidade aumenta nossas expectativas !
    Impecável Delta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s