Nascimento


Após um ano e alguns meses de existência, temos a notícia de que nossa primeira edição já alcançou a marca de 50 mil visitas – isso somente a edição #0, nosso projeto piloto. Para um projeto independente, sem patrocínio e apoio cultural, conseguimos uma boa visibilidade. Depois de algumas edições, decidimos retratar temas de interesse público, como agora, em que, próximos do Natal, falamos sobre  nascimento. Na edição #9 vamos falar sobre o novo, sobre o que está por vir. Sempre com graça e leveza, mais uma vez trazemos nossos colunistas e seus brilhantes artigos e reflexões sobre o contemporâneo. São textos curtos mas que trazem profundidade. Poesia, fotografia, cinema, artes plásticas, desenho e entrevistas se fazem presentes na Kalango #9. Como sempre, estamos abertos à sugestões e críticas. Seja nosso parceiro, nosso amigo e companheiro. Compartilhe. Divulgue. Apoie essa ideia.

Voltamos a qualquer momento, aguardem…

Bom final de ano a todos!

Tem coisas que você só encontra aqui, na Kalango.

Leia a Revista: http://www.myebook.com/ebook_viewer.php?ebookId=105309

Conheça a Edição #0: http://www.myebook.com/ebook_viewer.php?ebookId=42732

Quer baixar e ler depois? Entre aqui: http://www.mediafire.com/?ccduaby1ybfcx3b

Quer ser nosso colaborador? Mande um e-mail para revistakalango@gmail.com

Quer anunciar? Mande um e-mail ou ligue (11) 7515-2335

Nessa edição: Led Brazil Cover. Amne Farias, Ana Procopiak, Claudinei Nakasone, Delta9, Horácio Coutinho, Jean Takada, Laura Aidar, Luciana Meinberg, Marcelino Lima, Leonardo Boff, Luis Pires, Moriti Neto, Orivaldo Biagi, Osni Dias, Paulo Netho, Roberto Bittencourt, Thiago Cervan, Wagner Melo e Weberson Santiago.

Kalango é uma ideia e já tem 50 mil acessos em sua primeira edição. A revista nasceu do desejo coletivo de jornalistas, poetas, artistas, educadores, fotógrafos, músicos e naturalistas que apostam na cultura, na informação e na palavra como último recurso em defesa da liberdade, da evolução humana e do despertar de possibilidades. Como entoa a canção de Mano Brown, líder dos Racionais MC: “a palavra é minha arma e tenho muita munição”. É preciso comunicar! Registrar, criticar, mudar convicções e assegurar a cidadania. Por isso, queremos fazer jornalismo com beleza, poesia, pluralismo e emoção sem cegar os olhos. A razão nos conduzindo sempre. 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s