São Paulo

Kalango

 

Claudinei Nakasone

Fotos: Luis Pires

Canto a cidade das neblinas
e dos viadutos
minha cidade
amante de futebol e vendedora de café
Os aventureiros bigodudos
como nas fitas da Paramount
o Friedenreich pé de anjo
e a bolsa de mercadorias
as chaminés parturientes do Brás
os quinze mil automóveis orgulhosos
no barulho ensurdecedor dos Klaxons
e a cultura envernizada dos burgueses
os engraxates da Praça Antônio Prado
e o serviço telegráfico do “Estado”
a febre do dinheiro
as falências sírio-nacionais
a especulação sobre os terrenos
a politicagem dos politiqueiros
e a negra de pó-de-arroz
a até os bondes da Light
para o Tietê das regatas e dos bandeirantes
os homens dizem que tu és ingrata
e que devoras teus próprios filhos…
Mas que linda madrasta tu és
Toda vestida de jardins
minha cidade
Amo também teus plátanos nostálgicos
Imigrantes infelizes
tuas ruas longas de casas baixas
e teu triângulo…

Ver o post original 34 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s